Geração de bioeletricidade teve crescimento médio de 23% em 2014

Geração de bioeletricidade teve crescimento médio de 23% em 2014

Crescimento reflete o interesse renovado pela geração de energia nas usinas de açúcar e etanol


“ Os números da geração das térmicas a biomassa – que têm como principal insumo o bagaço da cana-de-açúcar – refletem aquilo que os relatórios financeiros das empresas sucroalcooleiras já demonstravam ao longo da safra 2014/15. Com preços pouco remuneradores para o açúcar e etanol, a bioeletricidade ganhou novo peso dentro das usinas.
Em um ano de crise hídrica e energia escassa, as unidades com capacidade de cogeração sobressalente puderam surfar na onda de preços teto para a energia no mercado spot, em 2014 a R$ 822,83 reais por megawatt-hora (MWh).

Isso refletiu na geração das térmicas a biomassa que cresceu, em média, 23% durante 2014, considerando apenas as usinas que operam comercialmente e a energia exportada ao sistema elétrico.

Nem mesmo a quebra de safra devido à seca que castigou as regiões tradicionais de cana-de-açúcar no centro-sul, impediu que a geração de energia verde registrasse crescimento em todos os meses de 2014. ”
Fonte: www.novacana.com


É fato que com a crise hídrica no Brasil, as usinas tenham um foco mais voltado para a geração de bioeletricidade, energia gerada através da queima do bagaço da cana-de-açúcar nas usinas.

Porém, não se pode descuidar do restante do processo de produção de açúcar e etanol e é por isso que a Reunidas junto com suas parceiras, tornou-se referência em sistemas desenvolvidos em Termoplásticos e sob medida para as usinas, sistemas estes que unem durabilidade e eficácia nos processos de produção.

Um bom exemplo de sistema desenvolvido, é o Sistema para transferência de caldo, desenvolvido em parceria com a REPLASS, direcionado a Usinas e Destilarias que processam a cana-de-açúcar, é fabricado em Polipropileno, o que o torna muito superior em relação aos outros fabricados em metal na questão da durabilidade, podendo atender a várias fases da produção: Embebição, alimentação e saída das peneiras, caldo sulfitado, caldo fermentado, caldo acidificado, entre outros.
 



Voltar

Rua Triunfo, 1349 sala 411| Jd. Botânico| Ribeirão Preto, SP | CEP: 14021-612
Tel.: (16) 99732 4224

Trip Propaganda