Cana-de-açúcar pode ajudar país a sair da crise de falta de energia.

Cana-de-açúcar pode ajudar país a sair da crise de falta de energia.

Segundo um levantamento feito pela Agência Nacional de Águas (ANA), 6 das principais bacias hidrográficas do país sofrem com escassez de chuva, problema que afeta diretamente 20% da população brasileira, distribuída em nove estados mais o Distrito Federal. 

Considerando que hoje, 76% da energia produzida no Brasil vem das usinas hidrelétricas, chega o momento de criar novas opções para a geração de energia ou de se repensar em opções já existentes, que possam ser melhores aproveitadas.
Uma dessas opções seria utilizar a energia gerada pela queima do bagaço da cana-de-açúcar nas usinas de Açúcar e Etanol (Que representa 5% da energia consumida hoje no brasil), além de ser uma biomassa de alta qualidade, o período em que as usinas estão em produção, é o mesmo período em que não temos chuva (Entre abril e novembro). 
Segundo Zilmar de Souza, gerente em bioeletricidade da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) com os investimentos corretos e mais incentivos, só em São Paulo a representatividade da bioeletricidade ofertada à rede elétrica pelas usinas paulistas poderia chegar a quase 50%, e acrescenta: “Se isto ocorresse, nossa oferta para a rede seria quatro vezes superior à realizada na safra passada e tudo isto com uma biomassa já existente nos canaviais, apenas promovendo o retrofit (reforma) das usinas e o aproveitamento parcial da palha na geração”.  
Segundo o professor da Escola Politécnica da USP e consultor da Excelência Energética Erik Rego, a geração de eletricidade com a queima do bagaço da cana-de-açúcar é uma das alternativas mais velozes para se reduzir a dependência brasileira de hidrelétricas, porém isso não ocorre devido a falta de investimentos no setor. "Tem empresa que não tem dinheiro nem para comprar cana" disse Rego.


Fontes: 
Portal - www.canalbioenergia.com.br
Portal - www.e-usinas.com.br

A Reunidas foi fundada em 1982 e durante esses 33 anos acompanha as mudanças, crises e evoluções no setor. Essa experiência nos fez evoluir e dar a certeza que durante esses anos os investimentos na eficiência da linha de produção foi essencial para reduzir custos, melhorar a produção e atravessar momentos de crise.
A Reunidas em parceria com a Replass, desenvolve soluções sob medida utilizando termoplásticos nos pontos críticos do processo, diminuindo a manutenção e por consequência aumentando a produção.

Dentre os sistemas já criados, e em funcionamento em algumas usinas, destaca-se o Sifão Diluidor de ácido, feito para que possa fazer a diluição do ácido sulfúrico em água, auxiliando o processo de correção do Ph na fermentação. Além do Spray Pond Submerso e Spray Pond Aéreo, que são sistemas desenvolvidos para o resfriamento da água utilizada durante os processos de produção das usinas.
Os sistemas desenvolvidos em parceria entre Reunidas e REPLASS, traz uma economia em manutenção, são desenvolvidos em Polipropileno e Polietileno, termoplásticos com durabilidade muito superior aos metais geralmente utilizados nos sistemas das usinas.
Fontes:
Portal - www.replass.com.br
Portal -www.reunidasrp.com.br
 

 




Voltar

Rua Triunfo, 1349 sala 411| Jd. Botânico| Ribeirão Preto, SP | CEP: 14021-612
Tel.: (16) 99732 4224

Trip Propaganda